Artigos

ARMAZENAMENTO DE LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS

 

ARMAZENAMENTO DE LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS

 

 

1)    LÍQUIDOS INFLAMÁVEIS:

 

 

a)    Os líquidos inflamáveis como gasolina, tolueno, óleo diesel, thinner, álcool e querosene, devem ser armazenamento em um depósito apropriado de acordo com os seguintes parâmetros:

·      As paredes, pisos e tetos devem ser constituídos de material resistente ao fogo e de maneira que facilite a limpeza e não provoque centelha por atrito de sapatos ou ferramentas;

·      As passagens e portas devem ser providas de soleiras ou rampas com pelo menos 0,15 m  de desnível, ou valetas e cobertas com grades de aço com escoamento para local seguro;

·      Deve ter instalação elétrica à prova de explosão, não ter sistemas de instalação elétrica convencional  no interior do depósito;

·      Deve ser bem ventilado, de preferência, com ventilação natural;

·      Deve ter sistema de proteção contra incêndio com extintores de pó químico, espuma ou gás carbônico, próximos à porta de acesso;

·      Na porta de acesso deve existir placas de sinalização de advertência, com os dizeres: “NÃO FUME” e “INFLAMÁVEL “;

·      Os recipientes e tambores de líquido inflamáveis devem ser armazenados em local separado dos gases inflamáveis, obedecendo um espaçamento mínimo entre os mesmos de 6,0m .

 

b)    Reduzir o número de empregados autorizados a operar no depósito de líquidos  inflamáveis.

c)    Procurar estocar ao máximo possível no depósito os líquidos inflamáveis, ficando fora do mesmo somente os produtos que forem requisitados diariamente  pelas áreas consumidoras.

 

 

 

2)    GASES LIQUIFEITOS INFLAMÁVEIS:

 

a)    Seguir os mesmos parâmetros especificados anteriormente para o armazenamento dos líquidos inflamáveis.

b)    Os gases liqüefeitos inflamáveis como por exemplo GLP, acetileno devem ser armazenamento em locais distintos dos líquidos inflamáveis.

c)    O oxigênio não é um gás inflamável por si só, mas em contato com graxa, óleo, acetileno ou GLP pode tornar - se altamente inflamável .

d)    Os cilindros de acetileno, GLP e oxigênio são incompatíveis de armazenamento entre si.

e)    Os cilindros de argônio, nitrogênio e gás carbônico são compatíveis de armazenamento entre si e com os cilindros de acetileno, GLP e oxigênio.

f)     Procurar estocar ao máximo possível no depósito os gases liqüefeitos inflamáveis, ficando fora do mesmo somente os produtos que forem requisitados diariamente pelos consumidores. 

g)    Os cilindros de gases liqüefeitos devem ser estocados em posição vertical, separados em agrupamentos do mesmo tipo de gás, protegidos por correntes e mantidos limpos,  secos e isentos pó, graxa ou umidade.

h)    Reduzir o número de empregados autorizados a operar no depósito de gases liqüefeitos.

i)      O depósito de armazenamento de líquidos e gases inflamáveis pode ser o mesmo, desde que, existam duas áreas distintas de estocagem, separadas por uma parede dupla de alvenaria de tijolo maciço.

j)     Argônio, gás carbônico e nitrogênio não são gases inflamáveis.